Caroline Fulep (Brasil)


Caroline Fulep

Quando me inscrevi em um curso de espanhol na Colombia não imaginava o que levaria de volta para o Brasil. Sabia que precisava melhorar o nível do idioma. E era isso. Após 3 dias de adaptação ao calor Cartagenero, segui pelas ruas de Getsemaní para a Nueva Lengua. A escola fica em uma das portas das tradicionais e charmosas casas da cidade e é especialmente acolhedora. A recepção inclui um teste de nível e dicas sobre a cidade. As pessoas são tão receptivas que nos primeiros 30 minutos já se conhece todo mundo. Pudera, a energia de Cartagena é contagiante!

As aulas são intensas mas muito divertidas, cheias de cultura e discussões interessantes. As turmas são cuidadosamentes estruturadas para que todos os alunos se sintam bem no nível que estão estudando. Todas as aulas incluem revisão, gramática, muitos exercícios e conversação. E muita conversa! Falar da Nueva Lengua não é falar de um curso, mas das relações que se pode construir em tão pouco tempo em um país novo. E assim se aprende muito melhor um idioma. Assim como nos meus tempos de niña, o sinal batia pontualmente para entrar e sair da aula, mas o mais esperado era sempre o sinal do intervalo. Crispetas com café preparados carinhosamente pela senhora Yenys para entreter os 15 minutos de conversa com os amigos da sala vizinha. Toda segunda feira era dia de novidade, quando chegavam os novos alunos, os novos amigos.

 

A relação com os alunos e professores se estreita durante as diferentes atividades que a escola proporciona nos períodos que não estamos em aula: trabalho voluntário, visitas a museus e pontos de atração da cidade. Não preciso nem dizer que é muito mais divertido e valioso do que fazer a mesma coisa em um passeio turístico qualquer. Tive o grande prazer de cumplir años com estas pessoas especiais. Tive bolo, almoço com amigos, rosas colombianas, regalos e ainda fomos bailar a noite. Quando imaginaria que poderia reunir tanta gente nova em tão pouco tempo? Fiquei hospedada em uma casa de família, um casal jovem que me recebeu da melhor maneira colombiana. Sempre jantávamos juntos e era o momento de compartilhar histórias. Sem dúvida, é a melhor opção de hospedagem quando se pretende conhecer um país de verdade. Agradecimentos especiais, e espero não ter me esquecido de ninguém: Federico, Ana Maria, Veronica, Nicolas, Juliana, John, Florian, Jennifer, Nathalia, Lukas, Severin, Midori, Camila, Ramona, Daniel R., Daniel E., Ligia, Sire, Ledys, Jesus e todos que conheci nestas semanas. Muchas gracias a todos por semanas tan increíbles que llevo en mi corazón al Brasil!